top of page

Caminho das Pedras e Canteiros da Formação Permanente

Atualizado: 24 de nov. de 2020



A palavra “método”, etimologicamente, significa “via”, “caminho”. Muitos são os caminhos e possibilidades metodológicas em educação. Por isso, Lapietra Educação falará em “caminhos”- no plural, em “caminhos que se fazem a medida em que as(os) educadoras(es) caminham”. Caminhos que não são trilhos, mas caminhos trilhas” porque representam possibilidades construídas na experiência concreta de educadoras(es) e de autoras(es) de referência.

A palavra “canteiro” nasce na arquitetura de “canteiro de obras”. Os canteiros de obras são espaços onde se preparam e se organizam os materiais e processos de construção. Na Idade Média, as pedras eram a base para as edificações. O “canteiro”, também, era aquele que polia ou cortava as pedras formando “cantos” para que pudessem ser encaixadas umas às outras. A palavra “canto” significa “pedra grande”, “ângulo”, “aresta”.

Uma(m) mestra(e) precisa conhecer os segredos e as artes de seu ofício e isso passa pela escolha de procedimentos e instrumentos metodológicos, precisa construir caminhos, precisa organizar os canteiros que darão suporte à sua obra, ao desenvolvimento de seu fazer pedagógico. Para desenvolver uma aula, um plano de ação gestora ou um projeto de formação permanente educadores precisam escolher, anunciar, sistematizar e aperfeiçoar procedimentos e instrumentos metodológicos.

Nesta aba a(o) leitora(r) poderá encontrar contribuições para o “fazer bem” da docência, da gestão escolar e da formação permanente.

95 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page